CAPS I realiza Oficina da Cidadania

A programação acontece todas às quartas-feiras à tarde com temas diversificados.

Habitualmente às quartas-feiras acontecem a Oficina da Cidadania no CAPS I e no encontro desta semana foi realizada uma programação especial para as mulheres, com temáticas apresentadas por convidadas que levaram informações que contribuem para o bem estar e qualidade de vida das participantes.

A Oficina da Cidadania, também conhecida por Roda de Conversa, é uma ferramenta terapêutica com instrumento de cuidado e promoção da saúde mental, que amplia a autonomia e o protagonismo dos participantes. “É um momento de troca de experiências e socialização que auxiliam na reabilitação dos usuários por meio dos cuidados com a sua saúde mental”, pontuou o responsável técnico, Márcio Oliveira.

Dona Iolanda participa do CAPS junto com sua filha e não perde uma Roda de Conversa. “Gosto muito de estar ali junto com cada uma das pessoas que se dedicam naquele momento para interagir com a gente. Sou muito grata por está participando e me sinto bem, pois cada pessoa que está ali precisa ouvir algo que mude sua história de vida”, disse Iolanda Bispo Dias.

As participantes ouviram sobre a importância do tratamento psíquico e da saúde mental no cotidiano e também sobre a Covid-19 e a importância das medidas protetivas. Momento em que a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Kahianny Silva, alertou “que o momento ainda é de muito cuidado para todos”.

Em seguida, a secretária de saúde Leila Serpa, falou sobre o mês da mulher e destacou a campanha Março Lilás. “Neste mês temos o Dia Internacional da Mulher e também um importante movimento de conscientização do público feminino sobre a saúde. É o momento de discutir sobre a prevenção e combate ao câncer de colo de útero”, disse a secretária, que enfatizou o atendimento das equipes de saúde nos Postos de Saúde, para esclarecimento de dúvidas.

“Prevenir é uma das mais importantes ações para combater o câncer de colo de útero entre as mulheres com idade entre 25 e 64 anos e em caso de dúvidas, podem procurar os Postos de Saúde, nossos profissionais estão à disposição”, concluiu.

Para a senhora Nélia Ferreira, os assuntos abordados são interessantes e contribuem para o aprendizado. “Esse projeto tem ajudado muito as pessoas que participam, os profissionais que tem ido lá tem levado assuntos muito interessantes. Pessoas que chegam tristes e abatidas, por conta dos problemas e dificuldades que têm enfrentado no dia a dia, saem sorrindo, se alegrando, a gente ensina e aprende com as experiências dos outros. É um lugar que tem sido um refúgio para essas pessoas”, ressaltou.

  • Compartilhe:

Travessa Professora Helena, S/N, Centro- Santa Rita de Cássia- BA, CEP 47150-000.
(77) 3625-1313
(77) 99908-6861